A cidade de Gravatá desde sempre serviu de berço para artistas dos mais diversos segmentos culturais. Em junho, quadrilhas juninas tipicamente gravataenses se reúnem para festejar e celebrar o São João, além de abrilhantar festejos da cidade, como exemplo o São João Comunitário. A participação em concursos temáticos também já é tradicional, promovendo prestígio ao trabalho e criatividade dos participantes.
Com preparação especial ao longo do ano, o processo envolve não só dançarinos, como também produção, figurino e maquiagem. A união de música, dança e teatro encanta aqueles que assistem o colorido especial que as quadrilhas trazem, além de homenagear a cultura e trajetória do povo nordestino, levando o nome de Gravatá para as mais diversas cidades do estado.
QUADRILHA RASTAPÉ
A quadrilha estreante Rastapé, que iniciou suas atividades em 2019, teve seu início de maneira despretensiosa através de uma brincadeira entre amigos. Em consequência de trabalho e dedicação, o projeto alcançou notoriedade e destaque nas competições em que fez parte, levando o 2º lugar no Concurso de Quadrilhas Estilizadas de Tacaimbó, tendo o melhor casal de noivos entre os grupos participantes e o 3º lugar no Concurso de Quadrilha de Vertentes.
Com o espetáculo “Do roçado ao sofredor, sou caipira sim senhor”, a quadrilha conta atualmente com cerca de 58 participantes, dentre produção e teatro e tem como propósito não deixar de lado as raízes nordestinas, enfatizando a tradição regional e a cultura junina.
QUADRILHA TRAQUEJO
Com início no ano de 2006 como uma quadrilha de escola, a Junina Traquejo alcançou posições de destaque através dos anos e participação em concursos, levando o prêmio de Campeã Pernambucana no ano de 2013. Este ano, o grupo conquistou o 5º lugar no Concurso de Quadrilhas da Rede Globo Nordeste, assim como o 1º lugar na categoria de melhor casamento no Concurso de Quadrilhas do Recife, sendo bicampeã. pernambucana. A Traquejo também ganhou o título de melhor casal de noivos do estado de Pernambuco e 2º lugar como melhor casal de noivos do Nordeste.
Contando com 120 integrantes, a Traquejo trouxe o espetáculo “Nordestinados” este ano, teatro em homenagem ao poeta Patativa do Assaré, que em sua obra relata a saga do povo nordestino que luta diariamente contra a seca e a desigualdade social.
QUADRILHA SIVUCA
Apesar de já contar com 3 anos de atuação, a Sivuca teve sua estreia nos concursos de quadrilha este ano com o espetáculo “Um povo que sabe sofrer ”. Mesmo com a pouca experiência em competições, os resultados foram bastante satisfatórios. Em Vertentes do Lério foi escolhida como a grande campeã em 2019, se destacando também pelo repertório musical escolhido. Já em Glória do Goitá, levou pra casa o 2º lugar no Concurso de Quadrilhas da cidade, assim como a mesma colocação no concurso do Shopping Diffusora de Caruaru.
Com aproximadamente 75 participantes, dentre bailarinos, direção e produção, a Sivuca contou com elementos novos em relação a anos anteriores, com a inclusão de cenários juninos e figurinos especiais.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem