(Fotos: Michele Veloso)

Na semana em que foi celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latinoamericana e Caribenha, comemorado na última quarta-feira (25), a Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), promoveu uma série de atividades alusivas à data. A 1ª Semana da Mulher Negra de Caruaru contou com cinema, palestras, exposição das bonecas orixás da artista plástica Daniele Guerreiro e dos trabalhos da fotógrafa Maria Ferreira, além do lançamento da campanha “Xô Racismo e Violência, Avante Resistência”. O encerramento aconteceu neste domingo (29), no Monte Bom Jesus, com a realização da 1ª Feira Afro-Mulher, que contou com exposição e venda de peças produzidas por artesãs de Caruaru que fazem parte de projetos sociais da SPM, e apresentações culturais.



A feira teve início ainda no sábado (28), quando foi animada pelo Coral Cantando a Vida, da SPM, que apresentou um repertório composto por músicas de cantoras negras, entre elas, Olhos Coloridos, de Sandra de Sá, Canto das três Raças e Morena de Angola, ambas de Clara Nunes. Teve também a apresentação do grupo de capoeira Raça Nobre. Hoje foi a vez do elenco feminino do Boi Tira-Teima engrandecer o evento com o desfile da agremiação pelo Monte e uma apresentação cultural da Cia de Dança Pérola Negra, formada por mulheres desse folguedo. Antes da dança, o público pôde apreciar a declamação do poema Navio Negreiro, de Castro Alves, pela poetisa Valéria Saboia. Ao final, todos formaram uma roda e, de mãos dadas, dançaram uma ciranda improvisada.



“A semana foi celebrada com muita vivência e propriedade. Observar essas mulheres e enxergar onde elas estão na cidade, serviu de inspiração para a criação do evento e da programação, com o objetivo de mostrar que nós, mulheres negras, somos luta e resistência de fato”, destacou a coordenadora da Mulher Negra da SPM, Tamyres Cardoso.


Axact

Tiago Coelho

Olá, Sou Criador do site rede anuncio, uma revista online de notícias de Pernambuco.

Post A Comment: