Outro dado importante é que 75% dos usuários nunca clicam em links após a primeira página dos resultados, segundo pesquisa da imFORZAPor isso, muitas empresas que não aplicam estratégias de SEO têm resultados pouco expressivos para o seu marketing digital.

Mas o que é SEO?




O SEO é a sigla para Search Engine Opmization, traduzido como “otimização para mecanismos de busca”. É definido como um conjunto de técnicas e estratégias que aumentam acessos a sites, blogs e páginas da web, melhorando o posicionamento da marca no Google e outras ferramentas de busca. Uma das principais estratégias de SEO é a utilização de palavras-chaves.

Segundo a pesquisa SEO Trends, realizada pela Rock Content, 59,8% das empresas brasileiras usam SEO para otimização e, destas que usam, aprovam – e muito – a utilização da ferramenta. Isso confirma a eficácia do SEO e reforça como ela é útil para a prosperidade das empresas, tendo em vista que 59,1% das que adotam a estratégia apresentam resultados mais positivos das que não a utilizam.

Se você ainda não se convenceu, vou te propor um desafio! Note o animal na foto:



Se você demorou mais de 30 segundos para encontrar o animal – é um gato – ou ainda não encontrou é porque está difícil de achá-lo ou porque ele está muito camuflado no meio dos troncos, não é? Então, isso acontece com sites e empresas que não estão nas principais buscas do Google. O tempo médio gasto em uma sessão de pesquisa é inferior a 1 minuto de duração – segundo a Moz.

Ou seja, quando o usuário busca algo ele quer encontrar a solução o mais rápido possível. Portanto, se o seu site estiver camuflado nas centenas de milhares de resultados do Google, ficará mais difícil de atrair potenciais clientes.

Pensando nisso, irei listar os principais motivos do seu site ainda não estar aparecendo nas buscas do Google. Assim, facilita para que você tente modificar esse cenário. Confira!

1- SEO fraco




Como comentado acima, o SEO é um conjunto de estratégias para aumentar os acessos e melhorar o posicionamento de sites nos mecanismos de busca. Por isso, utilizar esta ferramenta e suas técnicas é essencial para seu site estar nas principais buscas orgânicas do Google.

2- Palavras-chave


As empresas bem rankeadas para palavras-chaves de grande procura possuem maiores resultados nos mecanismos de busca – segundo o Local SEO Guide. Isso acontece devido ao Google entregar resultados ao usuário baseando-se nos termos pedidos por ele. Esses termos são mais achados quando seu conteúdo tem a otimização de palavras-chaves estratégicas.

3- Pouco conteúdo


47% dos consumidores veem de 3 a 5 peças de conteúdo criadas por uma empresa antes de falar com um vendedor – dado da BreezyHill. Isso significa que se o seu site ainda não possui ou tem pouco conteúdo pode ter a posição afetada nas buscas do Google. A solução neste caso seria adotar as estratégias de Inbound Marketing, o  marketing de conteúdo.

4- Site lento


Sites que demoram muito para abrir ou demoram para carregar os conteúdos podem perder pontos no ranking de buscas do Google. Além disso, por muitas vezes ou usuários de web são imediatistas e desejam o acessar sites e conteúdos de maneira rápida e eficiente. Por isso, é necessário que seu site seja leve para evitar a diminuição de acessos.

5- Meta tags


O código-fonte (conjunto de linguagens de programação) de cada página do seu site possui tags que são usadas pelo Google para determinar o que aparece no campo de título (tittle) e descrição (description). Por isso, é importante que o seu site tenha essas meta tags de acordo com as palavras-chaves principais de cada página ou conteúdo.

6- O site é novo e o Google ainda não rastreou




Geralmente quando o site é recente, o Google pode não saber que ele existe. Para essa função, o Google tem uma ferramenta chamada Googlebot que além de indexar as páginas dos sites, rastreia outros links para manter atualizada a sua base de dados. Esse pode ser um dos motivos do seu site ainda não aparecer, pode ser que o Googlebot ainda não rastreou ele.

Para saber se o Google já rastreou e arquivou uma página do seu site é simples: no campo de busca digite [site:+endereço do site]. Caso seu site ainda não tenha passado pelas mãos do robozinho do Google, você pode navegar nas própriasinstruções do Google e solicitar um novo rastreamento.

7- O site recebeu uma punição do Google


O Google pode banir alguns sites que possuem práticas nocivas ao usuário. Geralmente sites que contém vírus, propagandas maliciosas ou conteúdos que direcionam para conteúdos ilegais ou ofensivos são punidos. Práticas que pretendam burlar o robô também contam pontos para o seu site cair na blacklist.



Estes são alguns motivos que o seu site pode não estar aparecendo no Google. Porém, mesmo que seu site tenha sido rastreado, indexado e possua as meta tags, trabalhar no SEO é imprescindível pra se manter nas primeiras páginas de buscas da ferramenta. Por isso, é fundamental ter auxílio de profissionais em Marketing Digital para otimizar seu site e fazer com que ela tenha muitos acessos, gere resultados positivos e atraia muitos clientes. Afinal, o seu site deve te ajudar a vender mais.

Ah, pra quem não achou o gatinho na foto do desafio, aqui está ele:



Axact

Tiago Coelho

Olá, Sou Criador do site rede anuncio, uma revista online de notícias de Pernambuco.

Post A Comment: